segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Mulher é presa por xingar missionária de "negra endemoniada"

A mulher chamou a vítima de "macaca" e "negrinha endemoniada", segundo informações da Polícia Civil.
Uma cabeleireira de 55 anos foi presa por xingar uma missionária evangélica no Centro de Piracicaba (SP). A mulher chamou a vítima de "macaca" e "negrinha endemoniada", segundo informações da Polícia Civil.

A missionária afirmou aos guardas que havia sofrido ofensas raciais cometidas pela cabeleireira que após o xingamento foi segurada por um grupo de fiéis. Conforme testemunhas disseram à Polícia Civil, a suspeita também chamou a vítima de "preta endemoniada", "negra gorda" e "negra feia".

À Guarda, a cabeleireira negou ter feito as ofensas e disse que estava no local apenas para falar com a pastora que acompanhava o grupo. A vítima disse aos guardas que pretendia fazer a representação criminal contra a agressora e todos foram levados ao 1º Distrito Policial.

Na delegacia, a ocorrência foi registrada como injúria racial. A suspeita recebeu voz de prisão em flagrante. Foi estabelecida uma fiança de R$ 1 mil, mas até a manhã desta segunda-feira (21) o valor ainda não havia sido pago e a cabeleireira permanecia na carceragem do 1º DP à espera de providências do Judiciário.

Com informações de G1 | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

racismo

prisão

igreja
negra
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates