quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Brasileiros veneram Aparecida há quase 300 anos. Saiba como surgiu o culto

Brasileiros veneram Aparecida
A história de devoção e importância ao povo católico brasileiro iniciou de forma inusitada.
Todos os anos próximo ao dia 12 de outubro as igrejas católicas voltam a sua atenção para Aparecida, intitulada a "Padroeira do Brasil". Atualmente a imagem original de Aparecida reúne todos os anos milhares de peregrinos que vão ao santuário localizado no município no interior do estado de São Paulo.

A história de devoção e importância ao povo católico brasileiro iniciou de forma inusitada. Em Outubro de 1717, as autoridades recrutaram pescadores a fim de recolherem no Rio Paraíba peixes para fazer um banquete para receber o Governador do Estado.

Após 12 horas no rio, quase todos desistiram, ficando apenas duas canoas. Elas pertenciam a Domingos Alves Garcia e seu filho João Alves, e a Felipe Pedroso, cunhado de Domingos e tio de João. Segundo a história, quando João Alves recolheu a rede encontrou uma pequena estátua sem cabeça de 40 cm. Eles a guardaram e tentaram novamente jogar a rede. Foi quando a cabeça da escultura foi trazida ao barco, sem que eles entendessem como não havia escapado da rede já que era muito pequena.

Novamente guardaram a imagem e lançaram a rede ao rio. Para surpresa de todos, a rede ficou tão pesada, cheia de peixes, que, em apenas dois lançamentos, eles encheram os barcos.

A estátua, que foi colada, é feita de terracota, argila que foi modelada e queimada em forno, pode ter sido originalmente pintada, mas depois de ficar anos no leito do rio o material escureceu, adquirindo uma cor castanho dourada.

Em 30 de junho de 1980 o Presidente João Figueiredo sancionou o feriado de 12 de outubro para "culto público e oficial a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil".

Polêmica

A imagem já foi, mais de uma vez, fonte de confrontos religiosos entre católicos e protestantes. Em 16 de maio de 1978, um evangélico retirou-a de seu altar na Basílica após a última missa do dia. Ele foi perseguido pelos guardas e por alguns fiéis e, ao ser apanhado, deixou a imagem cair no chão. Por ser feita de terracota e ter ficado submersa no rio por muito tempo, sua reconstrução foi difícil, mas um grupo de artistas do MASP conseguiu colar os pedaços.

No feriado de Nossa Senhora Aparecida de 1995, ocorreu o episódio conhecido como "chute na santa". O ex-bispo televangelista Sérgio von Helde, da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), chutou uma réplica da imagem de Aparecida num programa transmitido de madrugada pela Rede Record. Na noite seguinte, o Jornal Nacional da Rede Globo denunciou, causando comoção nacional.


Vários templos da IURD foram atacados e von Helde acabou sendo transferido para a África do Sul. Rompido com a IURD, atualmente Helder lidera as filiais brasileiras da Igreja da Restauração.

Em 25 de abril de 2012, o evangélico Rafael de Araújo Teixeira deu duas marretadas na réplica da imagem localizada numa via pública de Águas Lindas de Goiás. Um grupo de aproximadamente cem pessoas impediu que ele desse mais marretadas na imagem; algumas delas tentaram linchá-lo e a Polícia Militar foi enviada ao local. O rapaz pode responder pelo crime de destruição de patrimônio público, uma vez que a imagem foi construída com recursos da prefeitura municipal.

Evangélicos e Maria

bíblia
Os católicos acreditam que Maria permaneceu virgem e não teve outro filho a não ser Jesus Cristo, também que foi levada de corpo e alma para o céu, que ela é capaz de realizar petições a Cristo por nós, como intermediadora, e por fim que ela é co-redentora e co-mediadora.

Nem todos os católicos acreditam em todos esses pontos, mas esses são os pontos de discordância entre católicos e evangélicos, que não acreditam em nenhum desses detalhes.

Grande parte dessas crenças relacionadas a Maria, foram definidas em 2 concílios, o de Nicéia e o de Éfeso, dessa forma, os católicos não se baseiam apenas na Bíblia, mas também na tradição e nos concílios, como é o caso do sinal da cruz, que vem da tradição e posteriormente virou um dogma da igreja.

Os evangélicos usam apenas a Bíblia como regra de fé, deixando de lado tradições e outros escritos, e baseando na Bíblia não há nenhum versículo que se refira diretamente ao assunto. Portanto os evangélicos não seguem a mesma crença dos católicos, e não costumam orar, pedir, ou considerar Maria como alguém com poder a mais do que as outras pessoas.

Com informações de Cruz Terra Santa, Bíblia Comentada | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

Aparecida

feriado

origem do culto
Bíblia
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates