terça-feira, 20 de outubro de 2015

Desrespeito: Ativistas gays picham Bíblia como apoio à diversidade sexual

Imagem de uma Bíblia pichada com apologia à homossexualidade vem percorrendo as redes sociais.
A postura de ativistas gays quanto a quem discorda de suas ideias e práticas, em geral, é de bastante intolerância, mesmo que isso se expresse de forma verbal, também no campo das ideias. Quando se trata de religião, a primeira arma usada é o desrespeito. Nos últimos dias, uma imagem de uma Bíblia pichada com apologia à homossexualidade vem percorrendo as redes sociais.

A pichação na Bíblia, em cima dos versos do capítulo 22 de Deuterônomio, diz que todas as variáveis sexuais praticadas por ativistas gays são permitidas: “Pode drag, pode trans, pode cross [dresser], pode travesti”.

A sobreposição, simbólica, da prática homossexual livre sobre os ensinamentos ao povo hebreu em Deuteronômio, tem ares de provocação. Os versículos sobrepostos orientam o povo sobre práticas que são reprovadas por Deus: “A mulher não usará roupas de homem, e o homem não usará roupas de mulher, pois o Senhor, o seu Deus, tem aversão por todo aquele que assim procede”.

Os homossexuais conhecidos como drag queens agem exatamente da maneira oposta ao que os versículos acima orientam, vestindo-se com roupas e acessórios femininos geralmente para performances.

No caso dos crossdressers as roupas usadas no cotidiano são características do sexo oposto. Os transexuais também, associado ao fato de se submeterem a cirurgias de mudança de sexo e/ou consumo de hormônios para transformação do corpo. Já os travestis seguem as mesmas receitas dos anteriores, porém com a preservação do órgão genital.

Essa não é a primeira vez que ativistas gays agem de forma a demonstrar desprezo pela mensagem bíblica. Em agosto último, uma imagem similar, sem legenda, foi publicada na página Born To Die, com as inscrições “pode sapatão” e “pode viado” em duas folhas do livro de Salmos.

Na ocasião, a enorme repercussão expressou a reprovação da maioria das pessoas que tiveram acesso à imagem: “A Bíblia não é qualquer Livro, é um livro sagrado. Ridícula é a pessoa que fez isso. Depois vai se ver com Deus. Lembre da lei da colheita. Isso não tem perdão. Espero que vocês estejam cientes do que estão fazendo”, escreveu uma usuária do Facebook.


Com informações de | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

biblia pichada

ativitas gays

apoio
diversidade sexual
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates