sábado, 24 de outubro de 2015

Igreja Católica aprova medidas mais abertas a divorciados e gays

Igreja Católica aprova medidas mais abertas a divorciados e gays
Cabe a cada padre a decisão sobre como lidar com temas controversos, como a comunhão a pessoas divorciadas.
Neste sábado (24) os bispos católicos de todo o mundo adotaram  um documento que põe fim a um polêmico sínodo (assembleia) de três semanas, no qual debateram temas polêmicos para criar uma Igreja mais acolhedora aos parceiros que não se casaram no religioso, aos gays e aos divorciados recasados.

O documento final ressaltou o papel do discernimento e da consciência individual para tratar situações familiares difíceis, um método amplamente usado pelos setores mais liberais da Igreja Católica. Na prática, cabe a cada padre a decisão sobre como lidar com temas controversos, como a comunhão a pessoas divorciadas.

Os dois temas mais polêmicos do sínodo foram os que tratavam da questão dos homossexuais e dos divorciados frente à Igreja. O texto final repetiu a doutrina da Igreja que diz que os gays devem ser amados e respeitados. A única novidade foi dizer que as famílias homossexuais requerem cuidado pastoral especial.

No entanto, Francisco retirou do debate um tema polêmico pouco antes de o sínodo ter início, ao aprovar uma nova norma que facilita o processo para que casais divorciados consigam a nulidade de seu matrimônio.

Com informações de Associated Press | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

Igreja Católica medidas abertas gays

sinodo da Igreja Católica

homossexuais
divórcio
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates