terça-feira, 20 de outubro de 2015

Objetos, como sabonetes entregues em cultos dividem opiniões

Igrejas já fizeram ações até com vassouras ungidas.
Sabonete, rosa ungida, cajado, fronha abençoada, cimento da casa própria. Usados muitas vezes para atrair o público em igrejas neopentecostais, os objetos entregues nos cultos viraram um assunto polêmico, principalmente porque algumas igrejas costumam fazer essas campanhas para reforçar a arrecadação de ofertas.  

Recentemente uma publicação de um site de humor causou grande repercussão nas redes sociais referindo-se a venda de um sabonete ungido da Igreja Universal por R$ 110,00. Outras igrejas, como a Mundial do Poder de Deus, usam a estratégia, o Apóstolo Valdemiro Santiago já ofereceu até colher de pedreiro ungida.

Que Jesus não foi o autor ou criador de estratégias como essas isso é certo, porém ninguém pode afirmar que em seu ministério Jesus não se valeu de meios de evangelismo. A blogueira Letícia Matos, da Igreja Batista Ágape Messejana comenta que "Quando evangelizamos o nosso interesse está em agradar e obedecer a Deus e jamais visar a nossa promoção. Em plena modernidade o homem vive o seu evangelho, conhecido como o "Evangelho Egocêntrico" voltado, somente, para o seu interesse, suas necessidades e sua fama", publica sobre o assunto.

Já R R Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, denominação que um de seus pastores já ofereceu até cimento abençoado, defende ao ser questionado: "Em Atos 19.11-12, encontra-se base bíblica para a distribuição desses objetos, mas é óbvio que o pastor precisa agir com sabedoria e equilíbrio, ensinando sempre a importância de se ter fé no Senhor Jesus, e não em coisas. Conheço muitas pessoas que vieram para a fé atraídas por esses objetos ungidos. Ouvindo a sã Palavra de Deus na igreja em que ia buscá-los, converteram-se ao Senhor Jesus e hoje O servem de coração. Outros há que viram situações muito sérias serem revertidas, como libertação de vícios, por exemplo, com o uso dos pontos de contato. Aí, depois de comprovar que o poder de Deus é real, passaram a buscá-lO e também se converteram ao Senhor."

A passagem citada por R R Soares fala sobre o Apóstolo Paulo: "De sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saíam."

E você, concorda com o uso de objetos para evangelismo?

Com informações de Igreja Agape Messejana, Ongrace | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

Sabonete ungido

evangelismo distribuindo objetos

venda de objetos na igreja
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates