sábado, 7 de novembro de 2015

Converte/Desconverte: Ex-militante da “cura gay” volta a ser travesti e faz declarações polêmicas

Talita, antes. Thiago, depois, com o pastor Marco Feliciano.
Você acredita que alguém pode se converter e depois "desconverter"? Thiago Oliveira, que já foi a travesti Talita, ganhou notoriedade nos últimos anos ao aparecer em programas de TV ao lado do pastor e deputado Marco Feliciano dizendo que havia se convertido e assumido ser ex-gay. Acontece que recentemente ele resolveu mudar de ideia novamente e assumir identidade feminina.

Desde outubro Thiago é Talita, se refugia na Alemanha e diz sentir-se perseguido por pessoas do movimento LGBT e também por evangélicos. "Muitos gays influenciados por essa militância esquerdista me viraram as costas. Os militantes me apedrejavam todos os dias em páginas, blogs e vlogs pela internet (muito tolerantes com a “diversidade” não é mesmo?) e eu me sentia cada vez mais acuado", publicou no Facebook.

Thiago acrescenta que não foi forçado pelos evangélicos a deixar de ser travesti. "As únicas pessoas que me abraçaram foram justamente os conservadores, direitistas, liberais, cristãos mas PRINCIPALMENTE os evangélicos... Mas ao mesmo tempo em que estes irmãos tão amáveis me acolhiam, muitos deles criticavam (ainda que sutilmente) o meu jeito de ser e meu estilo de vida. Diziam sempre que era possível mudar caso eu tivesse verdadeiramente amor e confiança em Deus. No início eu batia de frente e duvidava deles, sempre tive plena e total convicção da minha sexualidade mas ao ver tamanho apelo para que eu me “renovasse” segundo as palavras deles, resolvi me submeter de LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE à famigerada ‘cura gay’ (entre aspas, já que ser gay não é doença)."

Ele desabafa que apesar de estar na igreja e abertamente ter mostrado seu interesse em mudar a congregação ainda tinha preconceito. "Eu frequentava a Assembleia de Deus em POA (Porto Alegre). Minha presença gerava incômodo em muitos irmãos e irmãs (por isso minha pressa em mudar logo o meu visual). Eles não queriam tocar na minha mão, tinham profundo nojo de mim pelo fato de eu ser “ex gay”. Em contrapartida, eu contava com o apoio de um deputado que possui ampla voz e influência dentro do meio evangélico."


Thiago, visual masculino.
Ainda na publicação Thiago denuncia o que acontecia nos bastidores. "Existia um pastor casado há mais de TRINTA ANOS, que viveu em adultério durante TRÊS anos e mesmo assim foi jubilado dentro da igreja. Este homem ganhava um salário de 50 mil reais mensais e trocou a esposa adoentada, pela enfermeira que tomava conta dela. Eu estava participando de uma sessão de “cura e libertação” e em um certo momento, o pastor colocou a mão na minha cabeça com tanta brutalidade que eu caí no chão. Quando pedi para que ele parasse, o mesmo veio dizer que eu estava tomado por um “espírito de rebelião. Vi grupos de jovens de dentro da igreja mantendo relações homossexuais e sendo ACOBERTADOS por pessoas da congregação."

De acordo com a publicação ele revela porque deixou a igreja. "Numa certa audiência pública a qual fui convidado a comparecer em Brasília, eu não tinha recursos financeiros para pagar minha viagem (pois já havia passado 1 semana em um congresso em Curitiba) e fui pedir o auxílio dele. Foi nessa hora que ele me humilhou. Disse que não poderia custear e soltou a seguinte frase: “Você no seu passado fez coisas horríveis com o seu corpo e agora por Deus você não pode fazer? ESTE FOI O PONTO CRUCIAL! Foi simplesmente HORRÍVEL o que ele me falou! Eu estava fragilizado e chocado ao ver aquele homem que um dia me estendeu a mão, jogar meu passado na minha cara dessa forma! Um golpe baixíssimo, forte e certeiro contra minha dignidade. Afinal de contas ele sabia o que eu sentia em relação a isso."

A publicação finaliza afirmando que a fé continua. "Não foi fácil, mas ainda estou aqui, fortalecido na minha fé em Deus e torcendo por dias melhores para todos nós. Deixo claro que jamais falarei mal das igrejas evangélicas de forma generalizada, pois a igreja pertence a Cristo e não ao homem. Agradeço a todos os irmãos e irmãs de boa fé e peço que Deus os proteja muito e sempre.”

Com informações de Veja | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

cura gay

Thiago Oliveira

Talita Oliveira
travesti
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates