quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Jesus nasceu realmente no dia 25 de dezembro?

Jesus nasceu 25 dezembro
Apelo comercial popularizou a data.
Uma data comercial ou realmente histórica? O dia 25 de dezembro é lembrado por bilhões de pessoas como sendo o nascimento de Jesus. Mas historiadores duvidam desta data.

A teoria mais forte atualmente é que a data do Natal tenha sido escolhida para se contrapor à principal festa religiosa dos romanos, do Sol Invencível, que se dava na noite do dia 24. É o que defende Valeriano Santos Costa, diretor da faculdade de Teologia da PUC-SP. Na data, os romanos celebravam o solstício de inverno, quando acontecia a noite mais longa do ano.


Segundo a tradição cristã, Maria teria dado à luz em Belém. Mas o local também é contestado por alguns estudiosos, como o teólogo americano John Dominic Crossan e o arqueólogo israelense Aviram Oshri. Belém, que fica na Judeia, é citada nos evangelhos de Lucas e Mateus, mas os especialistas dizem haver indicações de que ele teria nascido na Galileia, onde começou a pregar. O fato de ambos evangelhos situarem o nascimento em Belém é visto como uma tentativa de associar Jesus à profecia de Miqueias, segundo quem o messias esperado pelos judeus nasceria naquela cidade. 

Se nem data e local de nascimento estão livres de controvérsia no dia 25 de dezembro, tampouco as imagens reproduzidas nos presépios mundo afora, com o menino na manjedoura recebendo a visita dos três reis magos, são encaradas por estudiosos como realidade. "As narrativas sobre o nascimento foram feitas três ou quatro gerações depois, quando as informações históricas e os testemunhos diretos já estavam perdidos", diz André Chevitarese, professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um dos autores do livro "Jesus Histórico. Uma Brevíssima Introdução", da Klíne Editora. "O relato tem uma discussão de poder, de reis importantes vindo de longe prestar homenagem", completa. 

Contudo, na opinião dos especialistas, há, sim, provas da existência de Jesus. "Ele é tão histórico quanto o imperador Tibério, ou a maioria dos imperadores romanos. Se você vai colocar Jesus como ficção, tem que colocar boa parte da história antiga na linha da ficção", afirma Costa. 

Portanto, se foi dezembro, janeiro ou outro mês, se era uma manjedoura ou não, é importante lembrar do clima natalino e esquecer o lado comercial que as lojas apelam na data. O verdadeiro sentido é Jesus.
Com informações de UOL | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.

nascimento

Jesus

25 de dezembro
natal
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates