domingo, 31 de janeiro de 2016

Objeto diferente de tudo que já foi visto se aproximará da terra em 2017

Objeto tem órbita estranhamente semelhante ao do nosso planeta.
Um misterioso objeto se aproximará da Terra em 2017 e cientistas não têm nenhuma ideia do que é. O objeto misterioso foi visto pela primeira vez em 1991 pelo astrônomo James Scotti da Universidade do Arizona e é referida como 1991 VG. Ele vai voar passado pela Terra no verão de 2017, quando será observável no hemisfério Sul do planeta. 

O 1991 VG é considerado diferente de tudo que já foi visto dada a sua rotação estranha e longevidade no espaço. Entre as teorias propostas há aqueles que sugerem que poderia ser uma sonda alienígena, lixo espacial ou mesmo um pequeno meteorito. No entanto, até hoje, os astrônomos não têm ideia do que ele realmente é. Alguns especialistas propuseram que 1991 VG poderia, de fato, ser uma seção do Foguete Apollo 12, mas Scotti não concorda.

Quando o objeto foi detectado pela primeira vez em duas décadas atrás, era de cerca de 10 metros de diâmetro e a uma distância de cerca de 290 mil milhas da terra - cerca de 50,00 milhas mais que a distância entre a Terra e a Lua.

A parte misteriosa sobre 1991 VG é que ele mostrou uma rápida taxa de rotação e, estranhamente, seu brilho oscilou ao longo do tempo. Esse comportamento, na época, não tinha sido visto em qualquer asteróide de tamanho similar. Curiosamente, astrônomos indicam que o objeto também tinha uma órbita que era estranhamente semelhante ao do nosso planeta.

De acordo com dois matemáticos da Universidade de Edimburgo, é muito possível que haja sondas estrangeiras que operam dentro do nosso sistema solar. Duncan Forgan e Arwen Nicholson sugerem que não podemos descartar a possibilidade de que existem naves extraterrestres dentro do nosso sistema solar. 

Em seu trabalho, Duncan Forgan e Arwen Nicholson afirmar a possibilidade de que raças alienígenas altamente avançadas estão aproveitando o campo gravitacional das estrelas para acelerar "sua" nave espacial através do espaço. Curiosamente, esta "técnica" não seria algo exclusivo de seres extraterrestres altamente avançados: de fato, nós usamos essa tecnologia para a nossa própria nave espacial. 

Com informações de Disclose | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates