sábado, 18 de março de 2017

Com a venda de carne de origem duvidosa cresce a busca por igrejas que defendem o vegetarianismo

Carne com papelão virou meme na internet.
Jesus não era vegetariano, mas muitas crenças incentivam seus membros a se abster de carne em suas refeições. Com o escândalo revelado na operação "Carne Fraca" em que marcas grandes, como a Friboi, Perdigão, Seara e Sadia são acusadas de vender carne podre e com papelão, a busca pelo vegetarianismo cresceu. 


A Igreja Adventista do Sétimo Dia é a denominação mais popular que defende o vegetarianismo. Ellen White, uma das fundadoras da igreja, defendia há mais de 100 anos atrás que não era plano de Deus que o homem comesse carne. Em seus ensinamentos ela deixa claro que deve-se fazer esforços para abandonar a carne como alimento, pois aqueles que vencerem ao apetite, bem como, aqueles que abandonaram a carne como alimento, estarão mais preparados para vencer no dia da grande tribulação, que parece está chegando. 

Os ensinamentos permanecem até hoje e parecem vir a calhar neste momento em que o Brasil fica estarrecido por uma operação que revela as ilegalidades. 

Além dos Adventistas vale lembrar que outras crenças também defendem a prática vegetariana, como Jainismo, Sikhismo e Hare Krishna.

 | Pátio Gospel Notícias
Seja ético, cite sempre a fonte.
Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário :
Postar um comentário


Rodas de Conversas
Copyright © 2009 - 2015 Patio Gospel Notícias
Design by FBTemplates - Traduzido Por: Templates